De 2016 para 2017. 13 ideias de viagem.

Muito se fala sobre o facto de 2016 ter sido um ano terrível. Morreram imensos ícones mundiais, a guerra acompanhou-nos diariamente e os ataques chegam cada vez mais perto. Isso é inegável. A nível pessoal foi dos anos mais ricos que tive. Cheio de aventuras e novas experiências. Tive a oportunidade incrível de percorrer novos caminhos e viver novos choques de cultura que é das coisas que mais me faz vibrar de felicidade. Estive em quase duas dezenas de locais no mundo completamente diferentes que me cativaram fortemente. Tudo óptimas ideias para fazerem em 2017.

1 – São Miguel, Açores, Portugal

“A natureza virgem e imaculada”

Já aqui tinha estado duas vezes mas uma vez que fui com a tuna…confesso que há memórias muito vagas e pouco translúcidas. Desta vez fui com os meus maiores amores, os meus avós. Foi uma experiência muito forte e marcante por me ter alertado para o facto de os meus avós terem algumas necessidades especiais e precisar de ter algum cuidado acrescido. O facto de tudo aqui ser tão natural e verdadeiro maximiza a experiência de autenticidade.

vacas açores

2 – Paris, França

O célebre e o inesperado

Também não foi uma novidade mas foi uma nova perspectiva. A visão da Carolina que ama Paris. Quando se ama uma cidade e não sabemos bem porquê é porque há uma centena de razões. Percorremos quilómetros sem parar. Passámos pelos mais célebres monumentos. Corremos à chuva. Fomos por aí a divagar.

paris feel

3- Roma, Itália

Amor e boa comida

Roma de vespa. Capacete na cabeça e lá fomos nós. Foi bonito. Foi mágico. Foi inesquecível. Eu que sou uma amante de comida italiana descobri comida fantástica por acaso. Roma tem sempre novos recantos. O poço do romantismo. Mesmo para mim que não tenho grande veia romântica. Para além disso há toda uma nova vibe alternativa que contrasta com o tradicional.

trevi

4- Basel, Berna e Lausanne, Suiça

Neve, Fogo e boas surpresas”

Ainda nem escrevi sobre esta aventura. Visitei a Suiça a propósito de uma viagem que ganhei para ir ao Vitra Design Museum na Alemanha. Aproveitei e visitei dois amigos que vivem na Suíça. Se são apaixonados por beleza natural e desportos ao ar livre, este é o sítio para irem. Desde passeios de bicicleta e caminhadas aos desportos mais radicais como o snowboard, não faltam boas razões para se deslumbrarem. Para além disso também existe a tradição do Fasnacht que é o maior Carnaval na Suiça e o Chienbäsä em Liestal onde o fogo tem uma componente muito forte que impressiona imenso.

suiça neve

liestal suiça

liestal suiça

5- Saint Patrick’s Day, Dublin, Irlanda

” Leprechaun & Guiness”

Ainda não tive oportunidade de escrever sobre esta viagem também. O ano passado meti na cabeça que queria ir a Dublin no St Patricks day. E assim foi. É uma das grandes celebrações europeias e vale a pena vivê-la tradicionalmente com os irlandeses. Importantíssimo gostarem de cerveja.

dublin st patrick

dublin st patrick

6- Giant’s Causeway, Northern Ireland

” Incredible Nature”

Passei pela Irlanda do Norte o ano passado e é surpreendente. As paisagens verdejantes, imensas e virgens despertam um sentimento de calma e tranquilidade. Como se ali, estivéssemos longe de tudo. Adorei a sensação. Só passei por Belfast e na Giant’s Causeway mas há mil coisas para explorar!

giants causeway irlanda do norte

7- Transiberiano – Rússia, Mongólia e China

“A vida de um Comboio”

Sobre esta viagem já escrevi várias publicações mas ainda faltam algumas. Escrevi sobre a preparação, fomos até Pequim e comecei a viagem até Ulan Bator e continuei pela Mongólia e Rússia. Foi das viagens mais incríveis da minha vida. Das mais introspectivas e penso que todos deverão passar por esta experiência.

transiberiano

ulan bator

moscovo

muralha china

8- Madagáscar

O mundo na sua forma mais pura”

Acho que aqui descobri a origem do mundo. Onde muita coisa é simples, pura e intocada. É um local pra quem adora natureza e paisagens. Se se querem perder por alguns dias da vossa ocidentalidade, é o local para onde devem marcar a próxima viagem.

tsiribihina

9- Sziget Festival, Hungria

O festival dos festivais

Se querem experimentar um festival fora de Portugal, aconselho experimentarem o Sziget em Budapeste. É uma semana de música e artes numa ilha no meio do Danúbio. Se querem apostar numas férias mais musicais e fora do normal, é aqui que devem ir. Leiam o artigo para perceber porque é que o Sziget é tão diferente.

sziget

10 – Valência, Espanha

Se a ti te gusta a mi me encanta

Fui trabalhar por umas semanas para Valência e tive a oportunidade de conhecer esta cidade com mais detalhe, com outro olhar. Com o olhar de quem vive. E descobri muitos detalhes interessantíssimos. É aqui tão perto e os voos são tão baratos para lá que vale a pena!

el carmen street art valencia

valencia praia

11- Bruges, Ghent e Bruxelas, Bélgica

“Waffles, Frio, Europa e Amizade”

É muito fácil ir à Bélgica num fim-de-semana rápido. O voo não é caro mas atenção que a estadia pode ser ligeiramente mais dispendiosa tendo em conta o nosso padrão. Irei escrever sobre isto brevemente 🙂 Vale a pena porque a paisagem é muito encantadora, há recantos formidáveis e a arquitectura é bastante diferente da nossa. por isso e por uma série de outras razões.

belgica

belgica

12 – Madeira, Portugal

“Bailinho e Poncha”

Madeira é alegria. É poncha! É amigos e bailinho! É dançar até de manhã, ver as flores de corres garridas e passear pela ilha. É tropical e português. A Madeira é linda e se ainda não passaram por lá, este é o ano!

bailinho da madeira

poncha madeira

13 – Israel e Estado da Palestina

“O mundo. Que mundo é este.”

Esta viagem é intensa. Por tantos motivos. Já escrevi um texto sobre a minha estadia por estes territórios mas ainda falta falar sobre imensa coisa. Foi uma viagem inesperada e que tanto me marcou. Acho que é importante estarmos mais perto de alguns conflitos que nos parecem tão distantes.

telavive

jericho-palace

Estas foram as minhas viagens de 2016. Espero que vos inspire de algum modo a viajar em 2017! Que venham essas aventuras!

3 Comments

  1. Cat diz:

    Destes já conheço o 2, 3, 10 e 11. Queria TANTO fazer o transiberiano! 😀 [E também Argentina, Tailândia, Japão, Bali, Nepal, Butão, aaaaarggg!].

    Blogue maravilhoso! Devorei-o! 🙂

    • acrushon diz:

      Olá Catarina 😉 Aos poucos vais fazer isso tudo de certeza 🙂 Obrigada pelo elogio 😉 Vou tentar continuar a escrever mais 🙂

  2. MissLilly diz:

    Wow que ano realmente, cheio de viagens marcantes. Mal posso esperar pelo que tens planeado para 2017. O meu 2016 ficou marcado para sempre c a chegada da bebe Em 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

UA-66897269-1