Assusta-me a burrice humana.

As redes sociais mostram-nos muita coisa. No feed interminável das nossas vidas há uma imensidão que acontece. São gatinhos, fotos de grávidas, vídeos com frases call to action do género “não vais acreditar do que ela foi capaz” e um sem fim de outras coisas divertidas e bons projectos. No entanto, há coisas que vejo quando faço scroll que me assustam.

Pessoas que deixam um golfinho morrer para tirar selfies?

Bernardinas aos gritos em horário nobre a debitar má criação?

É neste mundo que queremos viver? Onde a ignorância assume o controlo das nossas vidas? Onde a audiência e querer aparecer é o factor crucial? Onde morrem espécies em vias de extinção para um foto bonita no instagram? Onde nos rimos quando uns concorrentes de QI diminuto falham perguntas básicas de cultura geral? Há demasiada burrice a dar espectáculo. Assusta-me.

Assusta-me a quantidade de talento que existe no nosso país que não tem tempo de antena para que pessoas sem qualquer tipo de inteligência se possam expor. Assusta-me que não pensemos mais em dar cultura em vez de barraca monumental. Assusta-me a falta de respeito com o nosso planeta, que é o que nos dá vida. Assusta-me que não se dê valor a tantos projectos interessantes e únicos que a nossa geração desenvolve.

Assusta-me que nos sentemos a observar, a ver e a deixar acontecer. Eu também estou aqui. A olhar. A ver burrice por todo o lado. O que é que podemos nós, pequenas formiguinhas, fazer em relação a isto? Sinto-me pequena. E tu?

2 Comments

  1. Subscrevo. Assusta-me a falta de respeito que temos por nós próprios e a glorificação dessa mesma falta de respeito. Ainda hoje vi essa publicação do golfinho. Anda tudo parvo ou quê?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

UA-66897269-1