365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #41-50365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #41-50

365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #41-50

Agosto 16, 2017

Nas Intermitências da Rotina.Nas Intermitências da Rotina.

Nas Intermitências da Rotina.

Julho 24, 2017

#FOMO que te percorre as veias. A Patologia do Condicional.#FOMO que te percorre as veias. A Patologia do Condicional.

#FOMO que te percorre as veias. A Patologia do Condicional.

Julho 8, 2017

365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #31-40365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #31-40

365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #31-40

Junho 30, 2017

Pára. Escuta. Olha. Olha e Vê. Muda. Organiza. Recomeça.Pára. Escuta. Olha. Olha e Vê. Muda. Organiza. Recomeça.

Pára. Escuta. Olha. Olha e Vê. Muda. Organiza. Recomeça.

Junho 22, 2017

Open World. O que é isso afinal? Aceitas um desafio?Open World. O que é isso afinal? Aceitas um desafio?

Open World. O que é isso afinal? Aceitas um desafio?

Abril 11, 2017

Storytelling
Imagine. Create. Love.
#Foodporn
Love Food.
Dreams
"Dream as if you'll live forever. Live as if you'll die today." - James Dean

365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #41-50

Lisboa esconde segredos e surpresas. É uma princesa que guarda num armário a sete chaves as suas iguarias e recantos.

Nas Intermitências da Rotina.

A calma é interrompida. A calma é restabelecida. A surpresa é mais intensa que a felicidade de realizar um plano.

#FOMO que te percorre as veias. A Patologia do Condicional.

Porque a era da informação e da constante sobrecarga de acontecimentos nos faz sentir que estamos em contínua perda. 

365 Pérolas Escondidas de Lisboa. #31-40

Lisboa é Linda e tem muitas surpresas. Juntem-se a mim nesta descoberta dos seus detalhes.

Pára. Escuta. Olha. Olha e Vê. Muda. Organiza. Recomeça.

Faz tempo. Faz tempo que não olhava para esta página em branco. De modo algum me lembrava, no frenesim dos meus dias, do quanto adoro olhar para esta página em branco.

Open World. O que é isso afinal? Aceitas um desafio?

Mostra-me o que é para ti um "Open World". Pode ser uma foto, uma paisagem, um poema, um vídeo, uma declamação...o que quiseres. Não tens de aparecer. Só tens de me mostrar a tua visão. Envia-me para acrushonblog@gmail.com até dia 18 de Abril.

Esta publicação também está disponível em: Inglês

UA-66897269-1