13 sítios para visitar em Ulan Bator, Mongólia.

A minha expectativa para a Mongólia era imensa. É um país pouco explorado turisticamente e isso atrai-me sempre muito. Uma zona pura e verdadeira é difícil de encontrar neste globo. E é isso que a Mongólia é. Um sítio simples, virado para a natureza e com pessoas sorridentes. Será sempre uma surpresa derradeiramente sublime.

  1. Limites da Cidade

A capital é um local de divergências e contrastes. É possível entender que enquanto ocorre um desenvolvimento tecnológico e industrial com o intuito de tornar esta, uma capital com a sua marca na Ásia, há também, uma tradição muito presente. É notória a arquitectura moderna e futurista do centro completamente oposta aos limites da cidade que são circundados por casas pequenas de telhados coloridos e gers tradicionais. Subimos a alguns rooftops com o intuito de tirar a foto perfeita a esta diferença característica mas, nenhuma foto que conseguimos tirar faz jus ao que observámos. Se conseguirem tentem subir a uma colina no meio das casas pequenas e tirem uma foto a olhar para o centro da cidade. penso que será o olhar correcto para ter a perspectiva mais interessante.

ulan bator

 2. Winter Palace of the Bogd Khan

Numa das pontas da cidade é possível ver o palácio de Inverno do último rei. É possível ir a pé ou de transportes mas no nosso caso estava incluído numa day tour. Infelizmente não tenho muitas fotos para mostrar porque embora a entrada seja apenas 8000t (3,5€), para usar a máquina era preciso pagar 50000t (22€). Escusado será dizer que não aconteceu. No entanto, posso dizer-vos que vale a pena visitar este local. Para além dos vários edifícios com colecções de artigos variados da época, no edifício branco podem ver o espólio pertencente ao último rei. Aqui, é perceptível o estilo de vida e o amor pela caça que este nutria. Existem vários animais de muitas espécies e peças de vestuário incríveis.

 

winter palace ulan bator

3. Kaisan Memorial

No topo de uma colina ergueu-se um monumento que simboliza a aliança soviética com a Mongólia. É um memorial aos soldados russos que morreram na guerra. Daqui é possível ver a cidade a 360º. Desde os seus limites mais tradicionais, aos edifícios modernos que brotam como cogumelos sem qualquer planeamento, às montanhas que guardam a cidade. Aconselho uma vinda até aqui porque para além de detalhes interessantes na construção, podem ter uma percepção mais abrangente da cidade no seu todo.

zaisan memorial 3

zaisan memorial 2

zaisan memorial 1

4. Paisagens e animais

Não há dúvida que uma das grandes maravilhas deste país é a paisagem que nos deslumbra. O Deserto Gobi  é das coisas mais intensas que já tive oportunidade de ver. Parece que não acaba e faz-nos pensar e repensar as coisas mais básicas da vida. A fauna é também diversa e interessante. Tenho muita pena de não ter tido oportunidade de conhecer uma família nómada e ter participado na sua rotina num sítio perdido na Mongólia.

gobi desert

mongolia landscape

mongolia

5. Chinggis Khaan Statue

A caminho do Terelj Park vão encontrar esta enorme estátua no meio do nada. Uma construção com 40 m de altura literalmente…no nada. Começa a surgir algum turismo com gers nesta zona para que os turistas fiquem por aqui a descansar após ver o local. É um ícone e tem um museu na parte de dentro e também é possível subir para tirar fotos panorâmicas.

Chinggis Khaan Statue

Chinggis Khaan Statue

Chinggis Khaan Statue

6. Terelj

Faz part do Gorkhi-Terelj National Park e a entrada custa 3000t (1,35€). Dentro do parque existem vários ecocamps. Lemos no guia que existe um autocarro até ao parque mas como só tínhamos um dia, no nosso caso, fomos numa day tour a dividir um jipe com um casal que passava por vários sítios e incluía o parque e isso acabou por compensar. As paisagens são estonteantes e é obrigatório passar pela Turtle Rock que parece realmente uma tartaruga. Outro local dentro do parque a não perder é Aryapala que é um mosteiro budista de meditação. A subida até ao mosteiro está repleta de frases aspiracionais (outras nem tanto) e é engraçado ler.

turtle rock

terelj

aryapala terelj
aryapala terelj
aryapala terelj

aryapala terelj

7. Sukhbaatar

A praça principal da cidade onde todo o acontecimento se centra. Também conhecida por Chinggis Khaan Square, o herói da revolução. À volta desta praça está o Parlamento, o State Opera & Ballet Theatre e outros edifícios importantes. Avisaram-nos muitas vezes para termos cuidado com os pickpockets nesta praça. Na segunda vez que por aqui passámos vimos a praça com centenas de crianças com roupa de ginástica a praticar desporto. Arrisco a dizer que seria provavelmente um milhar! Tentámos perceber se era um evento mas pelo que entendemos, é prática comum as escolas irem fazer desporto para ali.

ulan bator

IMG_20160523_123220

ulan bator

8. National Museum of Mongolia

Um museu muito completo! Gostei imenso de visitar e ter uma noção histórica, política, cultural e geográfica muito detalhada. O andar dos trajes é lindíssimo! Explica cada grupo étnico, os seus costumes e vestuário. Adorei. Vale a pena também entender as várias fases políticas e históricas pelas quais o país passou.

national museum mongolia

Na verdade antes de irmos a este museu, procurávamos o museu de história natural mas este estava encerrado. Demorou para percebermos sequer qual era o edifício…mas é este:

museu história natural mongólia

9. Choijin Lama Temple Museum

A coisa inesperada deste templo é estar no meio de Ulan Bator mesmo atrás de um arranha-céus. Necessita de ser restaurado mas mesmo assim é uma pérola escondida na cidade. Tem uma grande colecção de tsam masks que devem ser contempladas.

choijin temple ulan bator

10. Xamanismo

Confesso que foi a descoberta que mais me surpreendeu. Já tinha ouvido falar e sendo eu uma céptica profissional, gosto sempre de entender mais sobre estes cultos/religiões. Pesquisei um pouco e descobri que aqui também há estudos sobre este assunto cá em Portugal, caso queiram saber mais. Na verdade o que me fascinou foram os locais de culto que estão carregados de significado e cor. Estão espalhados por vários locais e é impossível não querer observar.

xamanism ulan bator

11. Vista do Blue Sky Lounge

Cada pessoa tem as suas manias quando viaja. Nós gostamos de ir sempre a um rooftop ver a vista. Do Blue Sky Lounge, mesmo em frente à Chinggis Khaan Square, embora não esteja ao ar livre, é possível ver a cidade. Peço que partilhem aqui se sabem outro rooftop com vista que tenha terraço. O próprio edifício do Blue Sky tem uma arquitectura muito interessante. Nesta foto, ao fundo,  podem ver a tempestade de pó que estava na cidade. As montanhas protegem a cidade do deserto mas mesmo assim não se consegue fugir do pó quando o vento aparece.

view from blue sky ulan bator

12. Provar buuz no Shilmel Buuz

Não sou fã de borrego. De todo. Mas adoro comida e provar coisas diferentes. Li que tinha mesmo de experimentar buuz neste sítio e lá fui eu. Buuz é uma espécie de dumpling de borrego. A mim bastou-me um para provar porque não adoro o género de carne. Se apreciam borrego, não percam!

shilmel buuz ulan bator

shilmel buuz ulan bator

13. Beatles Square

Termino com a coisa mais estranha e improvável. Uma praça com uma estátua dos Beatles em Ulan bator. Reza a história que nos anos 70, os adolescentes se reuniam nas escadas de apartamentos a cantar músicas dos Beatles que ouviam de discos oriundos de contrabando da Europa Oriental. Dizem também que as mensagens de liberdade em canções como “Hey Jude” deram força ao povo da Mongólia.

beatles square mongolia

Outras Notas

Embora existam centenas de Karaoke Bars, não chegámos a ir a nenhum. Pode ser uma boa ideia para uma noite diferente. Perguntámos no nosso hostel qual seria o melhor uma vez que existiam tantos, mas não nos souberam dizer. Quem descobrir, que se acuse! 🙂

A altura que devem visitar se existir essa oportunidade, é em Julho durante o Nadaam Festival. Dizem que é maravilhoso e que demonstra alguns desportos praticados na Mongólia no seu máximo esplendor.

Adorava voltar e ver tudo com mais calma. É um país muito interessante, com pessoas amáveis e que merece uma visita.

mongolia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

UA-66897269-1