O rabo em vias de extinção.

Nota: Vão matar-me depois deste artigo.

Começou o ano. Sinto necessidade de me mexer e ter actividade física. Estou a emagrecer a olhos vistos.

Decidi não fazer a parvoíce de todos os anos e achar que vou pagar um ginásio e efectivamente ir. Não gosto de ginásio. “Se calhar não estás no ginásio certo!”. Já estive inscrita em 6 diferentes desde que estou em Lisboa. Sinto-me parva e fútil por lá. Há alguma coisa diferente por aí que me esteja a falhar?

Simpatizo com as aulas de stretching e num ginásio que andei até gostava de umas de localizada ao som de música brasileira. Eis o que acontece sempre que me inscrevo num ginásio:

Vou os primeiros dias, faço umas aulas, estou nas máquinas a ouvir o meu som e tal, saio de lá a dizer que me faz bem e gosto da sensação de ficar desperta e cheia de energia. No dia seguinte, quando é preciso ir novamente…invento desculpas.

Invento mesmo. E não são para os outros. Porque não estou a enganar ninguém. Estou a enganar-me a mim própria. Nunca dá. Ao fim do dia saí tarde do trabalho ou fui beber café com aquela amiga que não via há imenso tempo. Ao almoço não deu porque tive de trabalhar mais e até comi na frente do computador embora eu tenha duas horas para almoçar. De manhã…bem…nunca na vida me farão acordar mais cedo para ir ao ginásio. Não sou uma morning person.

Mas já fui.

Já fui uma atleta e fazia sentido ir ao ginásio. Treinava com um objectivo. Durante quase uma década pratiquei ginástica acrobática. Não…não é a das bolas e fitas! Também não é a da trave e barras. É aquela que me dava vontade de um dia ir para o Cirque du Soleil.

Treinava todos os dias e dava-me um prazer imenso. Tinha metas a alcançar. Fui a campeonatos. Ganhei e perdi. Adorava.

Agora, para além de precisar de me mexer porque com 30 anos já não vou para nova, sou uma magra compulsiva. O meu rabo está em vias de extinção. Agora se isso é motivo suficiente para eu me convencer a fazer um desporto que não goste…

Podem odiar-me. Sou aquela que come tudo e mais alguma coisa e não engorda. Quero aumentar de peso e simplesmente não consigo. Sim. Isto também é um problema. As magras também sofrem. Normalmente nota-se logo no soutien.

Não como muito de cada vez mas cometo todas as loucuras que não são permitidas. Emagreço desenfreadamente embora a minha alimentação seja à base de porcarias. Uma caixa de 16 ferrero rocher numa horinha. 13 chupa-chupas num dia. Um pote de nutella em 4 dias. Pizza, pizza, pizza. Francesinhas e massa cheia de natas. Sushi às toneladas. Continuo?

Não me digam…”Podes correr!”. Odeio correr. Não entendo a moda louca das maratonas, meias-maratonas, corrida disto e daquilo. Percebo a intenção de nos superarmos a nós mesmos mas não me motiva.

Correr sem um destino?

Correr sem ser para os braços de alguém?

Correr ao fim da tarde sem nada para efectivamente ganhar no fim?

Correr e depois perceber que tenho de voltar para trás pelo mesmo caminho para chegar a casa? É que apanhar um táxi não vale.

Não me digam…”Anda de bicicleta”. Não sei andar. Tive uma quando era pequena e sabia mas agora a coisa não corre bem. Sabem aquela expressão do “…é como andar de bicicleta!”…não afirmo a sua veracidade. Honestamente não sei se me interessa aprender novamente. Confesso que queria aprender a andar de scooter e isso tem sido um entrave. Mas mesmo que aprenda…não acredito que vá ser o meu hobbie.

Natação também já tentei. Não deu.

Ténis e tudo o que meta raquetes sou uma nódoa e nem acho especial graça.

Quero um desporto que adore. Que me faça pensar nele ao longo do dia. Que me faça fazer o meu trabalho mais rápido para correr até ele. Tal como um namorado. A mesma coisa. Se não amarmos o desporto não vai valer a pena. Vamos inventar novos afazeres para não o ver, vamos criar outros cafés com amigos, vamos procastinar no emprego para nos convencermos que não dá.

Quero ajuda. Ajudem-me a encontrar o desporto perfeito. Aceito sugestões e prometo marcar aulas nas três que ache mais interessantes! 🙂

101 Comments

  1. Jorge diz:

    Bem não sei como vim parar a este blog…
    Mas o que posso dizer é que me identifico contigo na parte em que sou a “inveja” de muita gente por comer tudo o que aparece e não engordar (ou melhor não conseguir engordar). Porque isto também de ser magrinho tem as suas desvantagens em termos estéticos, pois não é fácil uma pessoa estar em ginásios natação ou whatever e o resultado ser o oposto lol enfim.

    Mas deixei de dar demasiada importância (porque antes sim dava demasiada mesmo) o importante é pronto gostar daquilo que vemos ao espelho (coisa que nem sempre é fácil) e tentar mudar algo ou tentar estar em forma pois o difícil não é chegar lá mas sim manter-se lá…

    Bem aqui nos Açores mais propriamente na ilha de São Miguel o pessoal anda na onda do crossfit e eles até gostam daquilo pois vão com amigos, motivam-se uns aos outros e até não é caro de todo. Eu tentei uma vez e quase morri lol demasiado pra mim… Não sei se já tentaste.

    Para manter o corpo mais ou menos definido pratico um pouco de exercício intensivo de 10/15 min sem pesos e depois mais 15/20 min com o uso de pesos leves. 3x por semana em casa. Torna-se aborrecido a rotina mas pronts..

    Futuramente procuro adquirir um saco de boxe isso sim vai ser mais divertido para descarregar energias negativas 😉 Gostaria de tentar um dia o surf pois nunca fiz e tenho alguma curiosidade. Talvez alguma arte marcial também pudesse ser fixe… hum

    Mas a minha parte preferida são os trilhos/caminhadas e canoning por entre bosques, cascatas, lagoas (canoagem), pastos e praias desertas pois ajuda me a encontrar um pouco de paz e equilíbrio. Isto sim dá mais prazer de fazer.

    talvez tenha sido a palavra “rabo” que me fez estar aqui… lol mas vá não percas o rabinho, faz agachamentos que isso ajuda 😉 mas não em demasia pois fica duro como pedra.

    Peace

    • acrushon diz:

      Percebeste a ideia da palavra rabo 😉 era mesmo chamar à atenção 🙂 A minha ideia era que as pessoas me dessem novas ideias de desportos a tentar mas era preciso levá-las a ler 🙂 Crossfit também é super puxado para mim, entendo-te! Aproveita o facto de teres pensado nesses novos desportos e inscreve-te num 🙂 Ou tenta com alguém 😉 Depois conta como correu!

  2. Marina diz:

    Que giro!
    Hoje fui à nutricionista dizer exatamente o mesmo! “Estou a perder o rabo”
    Com a mesma idade que tu, decidi alterar o meu treino e alimentação.
    Vamos ver se resulta! 🙂

  3. Elisabete diz:

    Olá olá,

    nunca tinha lido teu e adorei a simplicidade e honestidade de cada palavra.

    Vê os planos da Team Transformerz. São diferentes e primam pelos resultados.

    😉

    • acrushon diz:

      Obrigada Elisabete 🙂 Vou já pesquisar o que é isso 😉

      • 1Fifgt diz:

        Olá ,
        Somos um novo conceito de treino em Lisboa que irá abrir um clube na Avenida da República.
        Temos um grande foco nas artes marciais , treino funcional e de alta intensidade:1Fight

        A nossa assinatura é Never Give Up que espelha tudo o que refere.
        Consulte a nossa página de FB e terrenos todo o gosto em explicar melhor o conceito.

        Junte-se à nossa luta!
        1Fight

  4. Luís Folgado diz:

    Olá,

    Desde já os meus parabéns por tocares num assunto que é muito sensível a muitas pessoas e que leva a esta interação toda.

    Concordo contigo a 100% quando dizes que tens que encontrar um desporto que adores. A motivação para fazeres desporto tem que ser intrínseca (algo que gostes) e não extrínseca (p.e. fazer pela estética), senão mais cedo ou mais tarde acabas por desistir. Tens que sentir a vontade que chegue dia X, pois estás cheia de vontade de querer ir treinar.

    No entanto, também acredito que possas “aprender” a gostar de um determinado tipo de desporto. Em grupo é mais fácil a adesão e ajuda bastante se tiveres objetivos bem delineados.

    Normalmente a dança é sempre uma boa solução para as mulheres. Se não gostaste do ambiente do Jazzy, recomendo a experimentares Lindy Hop, as pessoas lá são muito mais tranquilas.

    Como foste da ginástica e se não tiveres preconceitos parvos, experimenta o Pole Dance. É uma atividade bastante exigente (ficarás em forma), existe para todos os níveis e apresenta bastante desafios que te motivará a querer desafia-los.

    Sempre podes contratar o serviço de Personal Trainer, que se for um bom profissional, irá ao encontro do que precisas e acima de tudo conseguirá fazer com que tenhas motivação pelo exercício físico. Posso ser suspeito porque estou ligado a esta área, mas acredito mesmo que te possa ajudar se não encontrares motivação de outra forma.

    Claro que também tens Voleibol, Andebol, futebol, etc. amador que poderás experimentar. Não existe ginástica acrobática para praticantes de lazer?

    Acima de tudo espero que tenhas sorte na tua caminhada, corrida não, porque pelos vistos não gostas ;), a encontrar o desporto que te faça querer ir treinar mesmo quando está a chover e imenso frio!

    Boa Sorte!

    • acrushon diz:

      Olá Luís, o ano passado experimentei pole dance e gostei bastante. Até escrevi sobre isso aqui. A ideia desta publicação também era ter novas ideias porque juntos pensamos sempre melhor que sozinhos. Muito obrigada por todas as sugestões. Ando a compilar tudo e voltarei a escrever sobre isso brevemente 🙂

  5. Joao diz:

    Patins em linha! Aconselho a arranjares umas aulas e rapidamente descobres se gostas ou não.

  6. bom dia diz:

    Não te conheço nem nunca tinha lido um texto teu, mas apareceu-me aqui, e gostei!
    Porque ao ler o teu texto pareceu-me que tinha sido eu a escrever. Tirando a parte de ser magra (mas pronto isso não interessa nada!)
    Também fiz ginástica acrobática de competição, e agora custa-me a prender a algum desporto. Ginásio invento desculpas sem fim, e correr só porque sim a mim não me faz sentido! Bicicleta, mesma situação que tu. (odeio a expressão ‘é como andar de bicicleta’ … grrr)

    Este ano tentei a dança, adoro, mas também há dias que só me apetece ficar em casa em vez de lá ir… (também vou desenhando desculpas na minha cabeça..) (faço tango pelo desafio que é deixares te completamente nas mãos do homem, e salsa, pela energia que é necessária!)

    Bem, só vim aqui deixar a minha posta de pescada. Se descobrires algo giro partilha!!! 😀

    • acrushon diz:

      Obrigada Inês! Estou mesmo contente por ter escrito este texto porque sinto que não ando sozinha nesta luta 🙂 Há mais gente que não consegue encontrar o que gosta realmente de fazer. Vou tentar ver que ideias tenho depois de tantos testemunhos e sugestões e não vou partilhar aqui convosco. 🙂

  7. Martha diz:

    Deixa lá, aqui está uma magra de 25 que toda a gente chama de “gorda” com ironia, que dizem que tem a bicha solitária e todas as demais piadas adjacentes. Não sei o que é ser outra coisa além de magra.

    O meu peso record eram 57Kg (para 1,70m de pessoa) quando fazia natação a sério. Agora limito-me a ser uma pequena lontra com o mesmíssimo problema que tu!

    PS- É o 1º post que leio daqui, mas vou continuar! 😉

    • acrushon diz:

      Olá Marta, juntas somos mais fortes 😉 Se te surgir uma ideia mirabolante, partilha!

      • sandra diz:

        olá! também sou dessas, já tentei engordar, mas agora já não me importa. Tenho 37 anos, sempre fui assim, finalmente estou de bem comigo, porque já ouvi cada coisa por causa da minha magreza, enfim…e quanto ao exercício… digo sempre “no próximo mês é que vai ser!”, mas ainda não foi. Sei que me faria bem, mas não sei que faça, ando há meses para tentar a natação, pelo menos com o objetivo de aprender a nadar kkkk

        • acrushon diz:

          O importante é estarmos bem. Eu gostava de voltar a fazer desporto mas honestamente sinto-me muito bem como sou. 🙂 Acho que só ando a sentir falta de desporto 🙂

  8. DC diz:

    Experimenta Crossfit! Fala para a boxs crossfit Oniria! Seras bem recebida 😉

  9. Ana diz:

    Olá. Percebo-te perfeitamente 🙂 Sugiro-te experimentar o Krav Maga, que são técnicas de defesa pessoal. É divertido e muito útil. Boa sorte na tua procura 🙂

  10. Sebastiao diz:

    Olá boa noite! Com tanto contacto pela competição e com tanto gosto pela ginástica, aconselho a experimentar Crossfit 😉

  11. Dança a par. Sugiro Salsa. É difícil, divertida, tem ritmo, há montes por onde aprender e milhões de possibilidades para nos superarmos.
    Depois das aulas, 4 horas a dançar à noite podem não ser uma maratona, mas são quase igual exercício, e aliviam o espírito.
    Hoje fala-se muito de kizomba, que também tem piada, mas Salsa… The best!

    • acrushon diz:

      Danças é sempre divertido. Tirei uma vez um curso de Salsa na Jazzy mas a experiência não foi a mais incrível. Parecia que os rapazes que estavam a aprender tinham mais interesse em conhecer as miúdas que em aprender a dançar. Tenho de tentar experimentar outra vez para ver se corre melhor 🙂

  12. Rui Leite diz:

    Olá.
    Eu identifico-me com muitas das coisas que descreves, e posso dizer-te que de muita coisa que já fiz, aquilo que me deixa com mais saudades é o kickboxing. São aulas bastante completas em que treinas todo o corpo, e também fazem muito bem à mente. Muita gente tem ideias erradas do que é um treino de um desporto de combate… experimenta!
    Eu tive o azar de ter que deixar devido a um problema incomum de saúde que tenho, e tenho muitas saudades mesmo.
    Espero ter ajudado! 😉

    • acrushon diz:

      Obrigada Rui 🙂 Foi uma óptima ideia 🙂 🙂 Confesso que tenho a mesma ideia errada. De se tratar de um desporto mais violento mas vou tentar informar-me melhor sobre o assunto! 🙂

  13. anonimo123 diz:

    É Magra e quer rabo, logo vai fazer aulas de grupo e cardio? não penso que seja a solução!! investigue os treinos das meninas com um rabinho de invejar! faz tudo ferro!!!! muito agachamento etcc….

  14. Yoga! Quem não gosta muito de ginásios, costuma gostar de Yoga 🙂
    O Yoga tem vários tipos (ashtanga vinyasa, hatha, kundalini,…). Nada como experimentar vários para saberes o que preferes!

  15. Yoga se gostas de esticar o corpo e ao mesmo tempo trabalhar um pc os músculos. Ou, o inverno do yoga em termos de ritmo: body combat. Eu ando num ginásio e faço máquinas por acessório. Combat é a minha cena e é completo: cardio e musculação, com ritmo de música ao mesmo tempo 🙂

    • acrushon diz:

      Tenho uma amiga que vibra com o Combat! Já experimentei e não é muito a minha praia 😉 Tenho pena porque é super ritmado. Tanta gente já me falou de yoga que acho que vou mesmo experimentar outra vez 🙂 Obrigada pelas ideias 🙂

  16. Ana Rita diz:

    Ola,

    Entendo na perfeição o que sizes e como em tudo na Vida se não fizermos com vontade e paixão não vai correr muito bem.
    Eu adoro o mar e os meus desportos de eleição sao o surf e a vela. De momento mais surf. Naturalmente so consigo pratica-los ao fim-de-semana, durante a semana eventualmente fim de dia e so no verao.
    Tento compensar com plano de exercicios mas faco em casa…ate arranjei um trx.

    Não ha melhor coisa que o mar!
    Experimenta!!!!

    • acrushon diz:

      Confesso que ja tentei surf e não era extraordinária 😉 Mas nada como tentar outra vez 🙂

    • Heloísa diz:

      Passei pelo mesmo quando deixei a ginástica devido a uma queda bem feia, durante imenso tempo procurei algo que me cativasse. Tentei patinagem, volei, basquetebol, GAP, zumba…uma lista sem fim, até experimentei defesa pessoal, só para aprender a defender-me e me sentir segura e..adivinha só?! acabei adorando. Fiz uma pausa por conta dos meus horários de trabalho, mas agora voltei 🙂

    • Ana diz:

      Olá Ana Rita,

      Acho que nunca respondi a um post destes mas hj achei que valia a pena! Apesar de nao ser magra compulsiva… sou so uma falsa magra que nunca gostou de desporto… percebo e identifico me com o que escreves sobre ginasio. Eu tb estou sp super motivada mas depressa passa. Mas eu encontrei uma modalidade pela qual saio a correr paa conseguir chegar a tempo – authentic pilates, nao e tipico pilates que encontras em todos os ginasios. Este e diferente… sugiro que pesquises e experimentes, pode ser que encontres A tua modalidade! Boa sorte!

  17. Rita diz:

    Deparei-me com o teu texto um ano depois de o teres publicado. Gostei do que escreveste e identifiquei-me com muito do que disseste. Mas ficou-me uma curiosidade. Depois de um ano passado e de tantas sugestões feitas, afinal qual foi o exercicio que decidiste fazer?

    • acrushon diz:

      Olá Rita, na verdade voltei a publicá-lo porque depois de tentar alguns o ano passado (Escalada, Pole Dance e Trenó) não tive oportunidade (ou fui demasiado preguiçosa) para experimentar mais. Gostei do Pole Dance mas não fiquei com aquela sensação de que me apetece despachar o trabalho para ir para lá, entendes? Continuo em busca. E por ser tão actual, voltei a publicar para ter mais opiniões e ideias. Há imensos desportos que não fazia ideia que existissem 🙂 Vê os restantes comentários! É incrível!

      • Ahahah normalmente sou mal tratado quando descrevo o que dizes em cima:p ténia, ratinho são bichos que dizem estar alojados cá dentro ?? atrevo me a dizer que tipo de corpo (ectomorfo) aliado ao metabolismo rapido permite essas loucuras de pizza pizza pizza!!
        Passando à questão do desporto… mas sem antes mencionar que adorei ler que foste atras e tentaste fazer tudo e mais alguma coisa (deve ter sido um ano incrivel nesse aspeto).
        A minha sugestão não podia deixar de ir para o crossfit acompanhada de um personal trainer ( e nao, não é assim tao caro).
        Conceito muito diferente daquilo que sempre encontraste em qualquer ginasio.

        • acrushon diz:

          Obrigada 🙂 Este ano vou continuar a minha busca. Porque temos de tentar e mesmo que se falhe, aprendemos que pelo menos aquele desporto não faz sentido. Há sempre aprendizagem no processo. Esperemos que este ano encontre o desporto ideal. Fingers crossed 😉

  18. Marco Prata diz:

    Para uma sugestão diferente aqui refiro um desporto ainda pouco conhecido em Portugal mas em expansão: Ultimate Disk.
    É jogado com um disco de praia, com um conjunto de regras semelhantes a basquetebol e rugby mas sem contacto físico e muita diversão. Equipas mistas, e uma vez que é jogado em areia, neste caso na praia de Carcavelos, tem uma intensidade física elevada, além de muita diversão.
    O aspecto competitivo (há uma liga nacional) motiva a não haver desculpas.
    Grátis e ao ar livre.
    Página onde se marcam os eventos: https://www.facebook.com/events/637690033085031/
    Treinos à noite 3ªas e 5ªs (para os menos matinais) e domingos á tarde.
    Boa sorte

    • acrushon diz:

      Olá Marco, muito obrigada pela partilha! Nunca tinha ouvido falar 🙂 Vou já pesquisar mais sobre o assunto! Muito interessante!

  19. Mimmi diz:

    Olá, vi a tua publicação e também sofro do mesmo, inscrevo-me em ginásios e nunca lá ponho os pés. Fico aborreçida e também por não ter companhia. Peso 47kgs e não passo disto ha anos, 🙁 odeio, queria mais uns kgs para me sentir bem. ^_^ Descubri uma escola de dança no Alto São João chama-se Mdance, têm uma modalidade que se chama barra do chão, trabalhas os musculos todos e ganhas flexibilidade, e tens outras tantas modalidas. Vou me inscrever final deste mês 😉

  20. NOTthehurricane diz:

    Não sou gorda nem magra. Fui atleta de alta competição de voleibol durante muitos anos e sou muito competitiva. Revejo-me no que escreveste e nesse sentido também andava sem destino, até que descobri…. Ashtanga Yoga. Mudou a minha vida. Apaixonei-me! Todos os dias de prática levo o meu corpo ao limite e descubro que esses limites são sempre passíveis de quebrar. É duro, é muito duro. Apetece desistir tantas vezes mas cada dia custa mesnos. Experimenta 😉

  21. Andrea diz:

    Ah! como padeço da mesma condição… não a do corpo, mas a da imensa vontade de fazer desporto e, desesperadamente, não encontro o que me faria feliz 🙂 fui jogadora de andebol em competiçao muitos anos e não suporto ginasios nem corridas porque sim. Adoraria encontrar malta que se juntasse regularmente para ‘jogar à bola’, fosse futebol andebol basquetebol… e ter assim uma prática desportiva regular que me daria prazer efectivo em faze-la…

    • acrushon diz:

      Olá Andrea, dá uma vista de olhos nestes comentários que há malta a dar óptimas ideias! Já estou inclinada para experimentar umas quantas coisas 🙂

  22. David diz:

    Desportos Outdoor. A mim incentiva-me saber que não vou ficar fechado entre quatro paredes. O contacto com a natureza também é um factor importante, pois ajuda a aliviar a mente dos problemas do dia a dia. Já excluíste o btt, mas ainda tens o surf, bodyboard, escalada, canoagem, vela… dos mais simples será o nordic trekking, onde não precisas de correr, podes perfeitamente a ir a andar e em boa companhia (animal ou humana) o que te irá ajudar a passar o tempo. No entanto, apesar de mais apelativas por um lado (eu sou viciado) acho que é mais dificil de assumir um compromisso sério, pois estão muito mais condicionadas pelo estado do tempo.

    Boa sorte!

    • acrushon diz:

      Olá David! Muito obrigada pelas tuas ideias. De facto o contacto com a natureza dá logo uma capacidade abstracção maior da nossa vida diária 🙂 Quando o frio fugir, vou pegar numa actividade destas 🙂

  23. Joana Melo diz:

    Olá,
    Com um ano de atraso mas acabei de ver o teu blog no Facebook e achei o texto girísssimo. Compreendo-te, a única maneira que me fez finalmente passar a barreira dos 50kilos foi a fazer desporto coisa que nunca me apelou até há cerca de 2/3anos.
    Caso ainda precises de inspiração, o desporto que me fez mudar de ideias foi a escalada. é um desporto que trabalha com o corpo todo, envolve balanço e superação psicológica, costumo dizer que é bastante problem solving e enfrentar o medo. Para além disso da-me a liberdade de passar bastante tempo nas montanhas ou na natureza. Existem ginásios indoors para o treino semanal, penso que 2 pelo menos em Lisboa. Se gostares, garanto que em pouco tempo te sentes em forma. Apesar de não viver em Lisboa, se quiseres posso tentar arranjar informações.
    Espero que te soe interessante, mesmo que não seja este o desporto que te faz terminar o trabalho mais cedo! 🙂

  24. Pedro diz:

    Danças tradicionais – experimente pesquisar tradballs, tem página no facebook.

    Artes circenses – há algumas escolas em Lisboa.

    boa sorte 🙂

  25. Dora Dobrões diz:

    Olá! A comeres porcarias assim tão desenfreadamente nem percas tempo à procura de ginásio ou de alguma modalidade que te preencha o rabinho novamente 🙂 preocupa-te mas é em teres um bom plano de saúde, acredita, vais precisar muito em breve! Pronto pronto, agora retomando à verdadeira questão, devias experimentar Crossfit, mas escolhe uma box e não ginásios que tenham essa modalidade, acredita que é completamente diferente, vais ter desafios diários, vais querer competir com os restantes e vais sentir muita adrenalina 😉

    • acrushon diz:

      Guiltyyyyy 🙂 Já ando a tentar comer menos porcarias 😉 Crossfit está na lista. Tenho amigos meus que adoram. Não sei bem se será para mim mas nada como experimentar 🙂 Obrigada pela sugestão!

  26. RMMA diz:

    E um tipo de dança?
    Tribal, contemporânea (para adultos) ou Lindy Hop/Solo Jazz? Eu, enquanto magra, posso garantir-te que estas modalidades fazem maravilhas para as pernas e o rabo 😉

    • acrushon diz:

      Alguma escola que aconselhes? 🙂

      • Sónia diz:

        Eu também ia sugerir dança. Lindy Hop. É uma dança a par, muito divertida. Procura a escola Swing Station. Eu ando lá e tenho sempre vontade de ir às aulas porque quero saber dançar aquilo como deve ser. É uma boa forma de pôr o corpo a mexer. Para além das aulas, há as festas. Experimenta!
        (By the way: também não tenho paciência para ginásios. E correr?! Só corro se estiver atrasada ou a fugir de alguém…)

  27. A. Barrocas diz:

    A equitação é um desporto bastante completo (equivale facilmente à corrida), ajuda na postura e à auto-confiança. Em termos de motivação, para mim pelo menos, os cavalos são tudo, dês dos meus 10 anos que monto e hoje em dia o meu trabalho é montar a cavalo, é a única coisa que me faz levantar às 6 da manha e estar o dia todo fora de casa.

    • acrushon diz:

      Confesso que tenho um bocadinho de medo. Mas é de facto um desporto bastante completo. O melhor sítio em Lisboa é no Campo Grande, certo? 🙂

  28. Catarina diz:

    Eu sou gorda – pronto, está dito. Ter tido uma criança e ficar em casa a tomar conta dela e comer a cada vez que ela dorme (porque estou aborrecida, porque ela está doente e não pode sair, porque o temo está uma bosta para passear…) não ajudou nada. Como só porque sim.

    Mas já fui menos gorda. E era bem mais feliz, porque gostava muito do desporto que fazia! Eu não acho graça a ginásios, tenho medo de água e por isso não sei nada, também não sei andar de bicicleta.

    Mas eu e o meu companheiro já fizemos Insanity (confesso que não me aguentei, aquilo é mesmo “insane”), mas o programa T25 é excelente! São 25 minutos por dia, sempre diferentes, e nunca pela mesma ordem, por isso não te cansas rapidamente do programa. E tem 3 níveis de dificuldade, para melhores ao longo do tempo.

    Agora que a miúda já tem quase 5 meses e já me deixa algum tempinho para mim vou recomeçar a tirar 25 minutos por dia. E vão saber-me bem, mesmo que continue gorda 🙂

    • acrushon diz:

      Sim, também experimentei o Insanity e sim…é Insaneeeeee!! Vou ver isso do T25. Um dia num acto de loucura compulsiva quando fui ao Decathlon comprei umas caneleiras que são pesos a achar que agora é que ia ser…ainda têm a etiqueta…Ooops! Acho que vou tentar 🙂 Obrigada!! Quando já tiveres pró no T25, passas para o Insanity 🙂 🙂

  29. T. diz:

    Li este post e percebi que podia ter sido escrito por mim!

    30 anos e ex praticante de ginástica acrobática. E o mesmo problema da motivação.

    Quem só me conheceu na idade adulta tem sérias dificuldades em acreditar que em tempos idos treinava 3 horas, 6 dias por semana, e que adorava. Não faltava a um treino por nada deste mundo! Adorava tudo: os objectivos, a superação diária, o espírito de equipa, o entrar no ginásio todos os dias e ter lá as minhas melhores amigas.

    Desde que deixei a ginástica (há uns 13 anos, já!) nunca mais consegui encontrar um novo desporto. Já tentei de tudo…
    – Ténis
    – Natação
    – Aeróbica
    – Pilates
    – Ginásio (mais do que um)
    – Correr
    – Outros que não me devem estar a ocorrer agora

    … e rapidamente desisti de todos. Aborrece-me de morte tudo o que não tem um objectivo concreto, e não, a superação pessoal não conta como objectivo! E nos ginásios deteste aquela dinâmica de um dia ser um professor, noutro dia outros, same same para horários e colegas de turma.

    A única vez que aguentei um novo desporto e adorei foi também na ginástica (team gym)! Mas a minha vida profissional não me permite um compromisso em que outras pessoas dependam de mim (sei a que horas entro mas nunca sei a que horas saio).

    Este ano estou a pensar ir experimentar o ballet para adultos. Pelo que li, acredito que seja o mais perto que irei conseguir da ginástica, e sempre quis experimentar. Se esta opção falhar fico novamente sem nada.

    E o corpo, que estando longe do excesso de peso (até peso menos do que quando andava na ginástica) já acusa falta de definição e umas gordurinhas acumuladas que precisam de ajuda…resta saber como!

    Se encontrar uma opção avise! Haverão com toda a certeza outras ex-ginastas à nesta missiva!

    • acrushon diz:

      Ai! Obrigada por me compreenderes. Revejo-me em tudo o que escreveste 🙂 E sim… “e não, a superação pessoal não conta como objectivo! ”
      Não podia concordar mais 🙂

  30. R Moura diz:

    Jogo do pau Portugues – esgrima lusitana

  31. Angélica diz:

    Experimemta o Mergulho!

  32. Joana M. diz:

    ” ah que sorte, comes e nao engordas! Também queria!” É a frase que mais oiço. Desenganem-se meus amigos. Comprar umas calças 34 e na semana seguinte nao servirem porqe se emagreceu, nao é nada animador ao contrario do que muita gente julga. Preferia fechar a boca e emagrecer do que comer que nem um leitão e nao engordar… como te percebo. E como me revi no teu texto ( que por sinal me apareceu por acaso no feed do facebook). Se arranjares O desporto – que eu tambem o procuro e tambem ja andei em mais de 4 ginasios, natacao, etc e tal – entao avisa! Esta vida de magra não e assim tao boa quanto as pessoaa julgam!… agora vou ali buscar três caixinhas de chocolates para ler os restantes posts. Um beijinho magrinho!

    • acrushon diz:

      Olá Joana 🙂 Se descobrires por acaso diz-me também 🙂 Enquanto como um pacote de caramelos escrevo aqui mais umas coisinhas para leres 😉

  33. Sara Carmo diz:

    Olá 🙂
    Já experimentas-te o Pilates? Se não, não precisas de gastar dinheiro para experimentar, basta ir ao Youtube e procurares por Blogilates. Ou então procura treinos tipo o Insanity ou o Brazil Butt Lift que possas fazer em casa.

    Muitos beijinhos e boa sorte!

    • acrushon diz:

      Vou já espreitar 🙂 Confesso que fui uma vez num ginásio de uma empresa onde trabalhava (belos tempos) e gostei. Senti que a minha postura ficou muito melhor 🙂

  34. Antes de mais, não conhecia o teu blog e gostei do que vi 🙂

    Quanto ao exercício, tal como te disse no facebook, tens mesmo que experimentar dança.. há mesmo muitos estilos por onde podes experimentar e ver qual o que mais se adequa a ti 🙂 Eu faço ballet há vários anos e adoro. Já experimentei Jazz e gostei muito também 🙂
    Espero ter ajudado 🙂

    Beijnhos

    https://bailarinaazul.wordpress.com

  35. João Pestana diz:

    Muitas vezes procuramos caminhos rápidos, por serem divertidos, acompanhados, apaixonados. Mas nessas ajudas também se perde o prazer que é encontrar o caminho próprio, com vitórias e derrotas, passo a passo.
    Comecei a nadar mais a sério aos 20 e muitos para um dia me sentir à vontade no mar, aprendi que é preciso mais respeito que à vontade. Aos 34 comecei a surfar. Hoje ainda sou um nabo e até tenho alguma vergonha disso ao lado dos miúdos. Mas divirto-me. Acho que gostei dos pequenos objectivos e não sei se olhasse para o plano inteiro não me teria assustado. Mas resultou sem me afogar. Até agora.
    Fiz yoga e tenho saudades disso, porque não tenho tempo para tudo. Fala com o Rui do Yoga Jaya Shala. Ele tem imensas ideias.
    Abraço

    • acrushon diz:

      Se te divertes a surfar é o mais importante 🙂 Tens de continuar 🙂 O que interessa se fazemos bem ou mal se nos divertimos imenso? Obrigada pelas dicas 🙂

  36. ana diz:

    Percebo bem e gosto bastante do artigo o meu poblema r exatamente o contrario este momento tenho engordado passo o dia bastante sentada ate ja dizem que ando cm o rabo quadrado e para complicar abstenhome dos problemas a comer.
    Ja pensei em ir ao ginásio mas corro o risco de pagar e arranjar desculpas nao sei o que fazer também gosto mt de dançar e dançar faz bem e considero isso um desporto agradável. Enfim no fundo nao sei o que fazer sou mt preguisosa e as vezes e mesmo nao ter motivaçao para nada.

    • acrushon diz:

      Ana, estamos as duas no mesmo barco por razões diferentes! Temos de vencer a preguiça! O que seria deixá-la tomar as rédeas da nossa vida. vais ver que ainda descobres que és uma bailarina brutal 🙂 Moras em que zona? posso ajudar a procurar 🙂

  37. ana diz:

    Entendo bem a situação gosto bastante do artigo mas acho que comg é tudo menos o problema de engordar estes dias tenho engordado passo a vida sentada e o que m abstrai dos problemas e comer. Antes nao era nada assim já pensei em ir ao ginasio mas confeço que nunca Gostei de ginastica tenho o problema de ir pagar e nao voltar mais arranjar desculpas

  38. Soraia diz:

    O teu post apareceu-me por acaso no facebook e achei imensa graça.
    Estou um bocado nesse dilema mas ando a esforçar-me para ir ao ginásio.
    Tenho uma sugestão para ti, pole dance. Tenho uma amiga que faz e adora. Para além de fortalecer os músculos ajuda na auto-estima 🙂

    Um beijinho

    • acrushon diz:

      Num dos mil amigos secretos deste natal, ofereci a uma amiga minha um workshop de pole dance 🙂 É segunda-feira na Jazzy. Acho que vou comprar para mim! Queres juntar-te e fazemos todas figuras de parva? 😉

  39. Catarina Carvalho diz:

    Oh Lígia! Adorei, mas tu não queres fazer desporto. Ponto. Mas vá, se quiseres e nomeadamente para aumentar o rabiosque a natação é uma boa opção. Ok, não deu. Então experimenta o Hidrodeep! Também é dentro da piscina, puxadote, mas animado. Se quiseres experimentar liga-me. Beijos

    • acrushon diz:

      Quero siiiim 🙂 Ou pelo menos vou tentar 🙂 Não pode ser só noite e copos 😉 Hidrodeep? Vou pesquisar. Não faço ideia o que seja 🙂

  40. MissLilly diz:

    Como te percebo e bem! Ja estive numa situacao em que nao conseguia engordar e tomei vitaminas. Depois engordei a mais e actualmente continuo um bocadinho “fluffy”. Como engordei? Com pao e massas. Adoro pao e massas, adoro pronto. Eu preciso de fazer mais exercicio pq passo a vida sentada no escritorio, mas tal como tu odeio correr, odeio ginasio pq e um espaco fechado com maquinas…. nao consigo. Tal como tu comeco a inventar desculpas para nao fazer nenhum dos dois, nem ginasio, nem corrida. Porem, quando estava na alemanha a minha equipa de trabalho teve a ideia de irmos pro badminton. Como era uma actividade em grupo e algo mais dinamico do que eu e os meus pensamentos a tentar perceber pq raio estou a correr so pq sim, eu gostava de ir. Nao era sacrificio de todo, era a nossa actividade preferida da semana (e atencao q eu tb nao tinha jeito nenhum, mas badminton e de longe mais facil conseguires fazer algo q no tenis). Ou entao algo completamente diferente como yoga ao ar livre. Acima de tudo tens e de te sentir bem contigo propria 🙂

  41. Cátia silva diz:

    Engana-se quem acha que precisa ir para o ginásio para se mexer. O que precisamos é uma actividade física que nós adoramos, e não há amor igual ao pole dance…
    Hoje tenho o meu estúdio de pole dance no bairro alto, Brown sugar art ‘n’pole dance studio, temos aulas de pole dance (acrobático/ sensual, fitness) todos os dias. Uma hora e meia de vários treinos, exercícios e muita música, muita dança.
    O pole dance cresce em nós a medida que vamos crescendo na modalidade, aprendendo truques, aprendendo a subir… e sim ficamos em forma sem notar!!!!

    Deixo o desafio:
    Contactos: 916287368
    geral_bsugar@outlook.pt

    Dance com paixão!

    • acrushon diz:

      Por acaso estou mesmo tentada a experimentar. Preciso mesmo de encontrar algo que me faça voltar a mexer por gosto. Parece-me super giro 🙂 Têm site ou página de facebook para dar uma olhada?

  42. Cátia silva diz:

    “Um desporto que me faça correr para ele…” já conhece o pole dance? Não? Ok, o meu nome é Cátia silva sou instrutora de pole dance e pratico a 6 anos. Sou gémeos, antes do pole dance não existia desporto para mim, apenas algumaa coisas fugazes que me faziam desaparecer logo que a preguiça batesse. Quando comecei

    • Cátia silva diz:

      Quando comecei a praticar pole dance com 90 kilinhos fresquinhos de erasmos a minha vida mudou. De tal forma que passei de 90k para 50k. Sim foi exagerado, mas sabe porque? Esta modalidade levou-m a desenvolver o gosto pelo desporto no geral, e em pouco tempo, ginásio, boxe, muay thai tudo cá cantava com o maior gosto…

  43. Boxe, Kickboxing ou outra modalidade que envolva dar murros, pontapés e saltitar, para mim é domelhor que há. É óptimo para fortalecer, tonificar e ganhar músculos; faz bem ao stress e ajuda a libertar ódios latentes ao imaginar a cara das pessoas que menos gostamos no saco 😉 Há um senão: emagrece muito e, pelo que li, isso não é coisa que te agrade (lucky u!).

    Quanto ao rabo, podes sempre fazer aquele esforço extra dos agachamentos. Mas com peso! Os livres são fáceis e chatos.

    • acrushon diz:

      Parece-me interessante para aliviar o stress. Se calhar vou experimentar 🙂 Ando a fazer uma lista das ideias todas 🙂

  44. TM3 diz:

    Sexo…muito (e do bom, claro!) é o desporto ideal para ti. (E que tanto procuras…) Boa sorte 😉

    • acrushon diz:

      Ahahaha 🙂 Concordo plenamente. tenho dúvidas que me faça engordar. Acho que é uma modalidade que se deve praticar sempre que possível mas talvez seja melhor encontrar outra para complementar os meus objectivos 😉

  45. Nota: Não quero matar ninguém depois deste post. Mas inveja sinto, que não sou de mentiras 😛

    Eu sou bailarina, e por isso “a meu favor escrevo”. E que tal uma modalidade de dança? Já que fez ginástica acrobática, algum ritmo já terá que dominar. Há tantos, que ao experimentar vários secalhar iria acertar em algum! Não é propriamente um exercício localizado, excelente para as selfies com abdominais e cenas que tal (já um bailarino profissional tem de ter essas coisas e muito mais) mas dá para divertir, há uma evolução que secalhar a motiva, sente que está lá com um propósito e tonifica principalmente as pernas e o rabiosque. Como também sou professora de dança de vários estilos, sei do que falo 🙂 Também há o zumba, que é fitness e é divertido. Há mil opções ao ginásio! Eu própria já tentei ir a vários e não gosto. Fico-me pela minha atividade física (já que trabalho nela, há que beneficiar do assunto :P).
    Espero que encontre uma opção que lhe agrade. E se se decidir pela dança pode dar-me um bocadinho desse seu metabolismo-maravilha, que eu agradeço! 😀 Boa continuação aqui pelo seu cantinho *

  46. Nao te conheço e acabei de dar de caras com o teu Blog.
    Admito que me ri bastante com a parte da corrida e maratona porque me identifico a 100% contigo. Não consigo perceber a motivação da gente que faz isso, e juro que já tentei interessar-me!
    Por outro lado a minha luta é a da maioria, perder peso! E sei bem o que é isso das desculpas, nós queremos mesmo acreditar naquilo, mas ao final do dia sentimos um peso na consciencia.. uiuiui
    Sempre fui fã das danças e aulas de grupo tipo aerobica e step mas também não consigo perceber o conceito das maquinas no ginásio… é uma coisa que me deixa nervosíssima. Recentemente decidi que ia fazer o que fosse preciso para ficar impecável… descobri o Holmes Place a as aulas de MIB (localizada para pernas e rabo) e X-Celerate (aula de aerobica/cardio)… dos 72 para os 58 Kilos digo que foi a maior descoberta de 2015 (mas atenção que um pt espetacular faz toda a diferença). Agora que ele se mudou para o estrangeiro invento ainda mais desculpas e a vontade de lá ir é cada vez menor! Agora está na moda o crossfit mas nao sou assim hardcore.. muitos pesos e treino funcional para o meu gosto. Ia lá uma vez, muito giro muito giro e nunca mais me apanhavam. Ioga… descobri músculos que nem sabia que tinha (porque fiquei sem me mexer durante 2 semanas) mas juro que nem numa aula teórica em chinês tive tanto sono, não é para mim mesmo. Preciso de uma coisa que que faça sair de lá suada, exausta mas bem disposta, mais leve e que me faça ter saudades durante o dia para lá chegar. Agora uma coisa que tem imensos resultados para o corpo e para a alma: boxe, muay thai ou kickboxing… é o meu próximo desafio! Vou experimentar … dizem que faz maravilhas (acho que deve valer a pena incluir nas 3 aulas a experimentar!!!! ahaha beijinhos e boa sorte!!!

    • acrushon diz:

      Quando estamos motivadas a coisa corre bem melhor 🙂 Vais ver que vais voltar a encontrar toda a motivação que precisas! As meninas têm sugerido muito dança e pole dance 🙂 pode ser giro!

  47. António Costa diz:

    Eu sou suspeito porque como dizes é naquilo que posso passar o dia ou a semana toda a pensar, mas experimenta o surf.

    É verdade que está na moda, talvez um pouco de mais. Mas garanto-te duas coisa: É diversão pura e aquele movimento de levantar e agachar é perfeito para o rabo, para não falar na barriga, nos braços e no bronze o ano todo.

    Dicas, espera pelos primeiros raios de sol da primavera, é mais divertido com sol para quem está a começar. Compra logo 5 aulas porque uma só não dá para ver chega para ver se se gosta. Leva um grupo de amigos para experimentar contigo a primeira vez. E procura a escola Surf Lisbon no facebook. Uma das melhores na zona de Lisboa.

    Boa sorte 😉

    • acrushon diz:

      O meu chefe também já me desafiou. Diz que passamos a fazer as reuniões de equipa à espera das ondas 😉 Tenho imensos amigos que praticam a modalidade e amam de paixão. Sempre me fez confusão as horas a que eles são capazes de acordar para apanhar a onda perfeita. Acho que vou ter de perder um bocadinho o medo do mar mas um bom desafio aprece-me sempre bem 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

UA-66897269-1