Roma. 30 coisas para fazer – Parte I

Um fim-de-semana para uma capital europeia é sempre curto. Mas para mudar de ares é uma boa opção. Às vezes num fim-de-semana por Lisboa acabo por gastar tanto como gastei por lá em festa, comida e bebida. Não saí pela noite lisboeta que já conheço de trás para a frente e juntei esse dinheiro. Adicionei o preço de um hotel e voo.  Gastei cerca de 200/225€ e nunca me privei das minhas loucuras gastronómicas. Fui na sexta-feira à noite e voltei segunda de madrugada directa para o trabalho. Quem corre por gosto não cansa.

1- Birra+ em Pigneto

A cerveja artesanal não é algo que em Portugal seja tão trendy quanto deveria. É compreensível. Quando podemos beber cerveja a 1€, 1,5€ é normal que gastar 4€ ou 5€ não seja muito apelativo. Por isso, experimentar fora do país pode ser uma boa opção dado que irão pagar o mesmo por uma marca comercial. Há vários bares do género espalhados por Roma. Gostámos do ambiente e da música do Birra+. Em Trastevere fomos também ao Bir & Fud que tinha uma imensidão de cervejas de pressão.


IMG_9788

IMG_9792

2- Evitar os vendedores de selfie stick

Aviso que será completamente impossível. Estão por todo o lado e são muitos. Parece que saltam de arbustos. Essa moda já passou e ninguém entende. Já todo turista que se preze tem um ou então já teve. Been there, done that.

3- Alugar uma scooter

Foi a maneira mais fácil de em apenas dois dias conseguir visitar a maioria dos locais turísticos e também descobrir pequenos recantos menos mainstream. Como ficámos perto da Catedral de Santa Maria Maggiore, alugámos a scooter na Cooltra. Uma 50cc eram 28€ por dia e uma 125cc 50€. Como queríamos ir para fora de Roma tivemos de optar por uma 125cc. Um detalhe interessante foi a possibilidade de alugar um hotspot. Este facto permitiu-nos usar o GPS e optimizar o nosso tempo. Foram 5€ por dia.

4- Tirar uma foto sozinho/a na fonte de trevi

Outra impossibilidade. O mundo passa por aqui todos os dias. Dizem que todos os dias são atirados cerca de 3000€ por dia para a fonte. Tendo em conta que normalmente se atiram moedas pequeninas…façam as contas 🙂 No entanto, a vida é feita de pequenos clichés e também fiz a minha parte e atirei uma modinha 😉

trevi

fontana trevi

trevi fontana

5 – Contar 79 colunas na Praça da Fonte de Trevi

Estão a ver aquele momento em que reparo em coisas aleatórias? Que quero trazer algo de novo para o blog e acabo por trazer algo completamente parvo? Eu contei 79 colunas na praça. Aceito discussões sobre o assunto. 😉

6 – Almoçar na La Prosciutteria

Quem diz almoçar, diz lanche de fim de tarde ou jantar. Fiquei apaixonada pelo conceito. Encontrámos por acaso. Pagámos cerca de 25€ por uma tábua imensa de enchidos, queijos e outros detalhes extraordinários e um bom vinho. Vou deixar as fotos falarem por si.

la prosciutteria rome

la prosciutteria rome

la prosciutteria rome

7- Comprar uma obra de arte na Piazza Navona

Apreciar arte em Roma é por todo o lado. Nas obras de renome e conhecidas, nas paredes, nas telas dos pintores de ruas e nos sorrisos das pessoas. Na Piazza Navona encontramos os pintores e podemos encontrar a sua visão da cidade.

navona

navona

8 – Ir ao Panteão

Um marco na cidade romana. Ir a Roma e não ver o Papa pode ser um lema mas, não admirar a magnificência do Panteão é também um erro enorme. A sua cúpula é provavelmente uma das mais admiráveis. Funciona como igreja nos dias de hoje e foi também imortalizado em filmes como o “Anjos e Demónios”.

pantheon rome

pantheon rome

9 – Comer Carbonara

Quando estive por Roma em 2009, descobri a carbonara da minha vida. Num restaurante tipicamente romano onde os senhores são maldispostos e servem-nos melhor consoante a nossa capacidade de resposta à sua má disposição. Adorei o conceito. Mas mais que isso, adorei a carbonara. Desta vez era um objectivo claro. Comer uma carbonara realmente romana outra vez. Sim pessoal…a carbonara não leva natas. E mais importante que isso…não leva cogumelos!!! Aprendam isso e aí poderemos conversar. #Ilovecarbonara

carbonara rome

10 – Comprar uma flor em Campo di Fiori

Flores. Cada uma mais bela que a outra. Confesso que não sou rapariga de espalhar flores numa casa ou que goste especialmente que me ofereçam. No entanto, adoro as cores e a alegria que as flores transmitem. Vale a pena passar neste mercado e nesta praça e assim, admirar esta aura de energia positiva.

campo di fiori

Na praça ao lado, na Piazza Farnese, é a embaixada de França e vale a pena passear por lá e ver a fonte.

piazza farnese

11- Apreciar a vista e desfilar pelas escadas da Piazza de Spagna

A vista do cimo da Piazza é magnífica, mesmo em frente à igreja. Dá para ter a noção da imensidão de Roma. Não apanhei um dia solarengo mas imagino que seja extraordinário.

piazza di spagna

Quem acompanha semanas de moda, sabe do que falo. Por momentos podemos fingir que somos modelos e mostramos o nosso melhor sorriso. Desfilar escadas abaixo cheios de confiança. Todos nós somos modelos a seguir em algum sentido de certa forma.

piazza di spagna
Ao descer vislumbramos a Fontana della Barcaccia. Esta praça é também caracterizada pelo facto de estar rodeada de grandes marcas de renome do mundo da moda. É um local onde é possível ver pessoas com estilos peculiares e com uma pitada de glamour. 

12 – Comer Pizza a peso

Comer pizza no geral. Adoro comida italiana e pizza é algo que sabe sempre bem. Pizzas Romanas e Napolitanas enchem o meu dia. Este conceito de pedir bocadinhos de pizza a peso, é dos que mais gosto. Também temos alguns sítios assim por Lisboa mas em Roma é quase por todo o lado e os preços são mais acessíveis. Permite uma refeição rápida, num jardim bonito e a preço simpático.

pizza a pezzi

13 – Beber na rua em Trastevere

Trastevere é o equivalente ao nosso Bairro Alto. Muitos bares com preços mais acessíveis onde o hábito é beber na rua. O ambiente é jovial e animado. Tal como no nosso bairro, há bares de todos os género e explorar esta zona é imprescindível.

14 – Admirar a Grandiosidade da Basílica de São Pedro

Confesso que tinha prometido que só iria ao Vaticano com a minha mãe. Tenho alguns impedimentos morais em relação a este local embora o novo Papa esteja a mudar algumas das minhas maneiras de pensar. Ainda assim, convenceram-me a entrar na catedral e gostei. No entanto não me transmitiu paz e tranquilidade que a maior e mais poderosa das igrejas me deveria transmitir. Deu-me a sensação de grandiosidade e imponência.

vaticano

15 – Experimentar todos os sabores de gelado

Todos os possíveis. Os sabores são infindáveis mas a vontade não acaba. Digam o que disserem, os melhores gelados são em Itália.

IMG_0108

To be continued…

5 Comments

  1. LopesCa diz:

    Um local sempre simpático para se voltar
    Adorei as dicas actualizadas 😉

    Blog LopesCa/Facebook 

  2. Inês diz:

    Ó Ligia, tirando a scooter creio que fiz +/- tudo :). Normalmente quando viajo opto por fazer caminhadas e deixo quase sempre os transportes para zonas em que as distâncias são mesmo consideráveis.

    Na altura em que fui (Julho) a Fontana di Trevi estava vedada devido a uma epidemia de ratos, pelo que só pude ver por entre as grades 🙂

    Gelados, gelados e mais gelados. Descobri a “la Romana” e foi amor à primeira vista, mas qualquer outra é igualmente de ficar com água na boca.
    A carbonara?! Partiho da tua opinião e pensei mesmo: “Que raio de carbonara andava eu a comer em Portugal”, isto sim é uma carbonara. Adorei o risotto igualmente e as pizzas a pezzi fiquei fan.

    Faz lembrar o filme “eat, pray, love” a Julia escolhe itália para ser comer, engordar e ser feliz. Italianos para além de bonitos (como tanto referiram) são extremamente simpáticos.

    Não sei se tiveste a mesma perceção, mas achei que Roma tinha poucos espaços verdes (uma vez que fui no verão com uma méda de 36 graus) notei que fez imensa falta umas árvores para sombrinha.De qualquer modo FELIZMENTE a cidade está cheia de fontes onde a água está super fresca e ótima para refrescar.

  3. Já fui a Roma duas vezes e a cidade não me convenceu minimamente! Depois de ler o teu post penso “que tal fazer as malas?” 🙂 Bom mas isso é também porque eu conjugo sempre muito bem o verbo viajar ahah

  4. MissLilly diz:

    Roma e uma cidade fantastica, eu ainda me lembro do quao maravilhosa a comida era. So fui uma vez a roma e fiquei la 7 dias portanto deu para explorar muito.
    Onde comest a carbonara? tem tao bom aspecto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

UA-66897269-1